Grupo Pão de Açúcar - Relações com Investidores Mobile


São Paulo, 24 de fevereiro de 2017 - O GPA [BM&FBOVESPA: PCAR4; e NYSE: CBD] anuncia os resultados do 4T16. Os comentários referem-se ao resultado consolidado do Grupo ou unidades de negócio. As comparações são referentes ao mesmo período de 2015, exceto onde indicado de outra forma.

Faturamento do segmento alimentar atinge R$ 45 bilhões no ano, crescimento de 11,7%, acelerando para 12,5% no 4T16

Hipermercados Extra

- Confirmação do sucesso das estratégias comerciais:

- Reversão da tendência ‘mesmas lojas’ da categoria de não alimentos, que apresentou desempenho positivo no trimestre

Pão de Açúcar

- Resiliência da bandeira resultou em manutenção do market share nos últimos dois anos.

- Inauguração de duas novas lojas durante o ano de 2016 e expectativa de abertura de 5 lojas em 2017.

Assaí

- Faturamento atingiu R$ 15,7 bilhões e avançou 39,2% no ano, sustentado por:

- Aceleração da estratégia de otimização do portfólio de lojas: as duas conversões de Extra Hiper para Assaí apresentaram crescimento de vendas superior a 2,5x, superando as expectativas. Para 2017 estão previstas 15 conversões, além de 6-8 novas aberturas.

- Assaí passou a representar 35% do faturamento em 2016 (28% em 2015), com expectativa de atingir 40% ao final de 2017.

EBITDA ajustado atingiu R$ 2,2 bilhões em 2016, mesmo em um cenário adverso para o consumo

Multivarejo

- EBITDA ajustado totalizou R$ 1,5 bilhão e margem de 5,6%.

- Extra: margem bruta já reflete nível de competitividade adequado e não estão previstas pressões adicionais.

- Pão de Açúcar: manutenção da alta rentabilidade do formato.

- Proximidade: evolução da rentabilidade de 2,5 p.p..

- Contínuo foco na excelência operacional: (i) melhoria no nível de quebra; (ii) aumento da produtividade; e (iii) redução do consumo de energia elétrica.

Assaí

- EBITDA ajustado aumentou 54,5%, com expansão de 0,5 p.p. de margem, atingindo 4,7%. Consequentemente, o Lucro Líquido ajustado praticamente duplicou no período, apesar da forte expansão orgânica.

- As lojas da nova geração, abertas a partir de 2013, já operam com margem EBITDA 1 p.p. superior às lojas mais antigas.

Resultado Financeiro no ano representou 2,2% das vendas, praticamente mesmo patamar do ano anterior, com queda de 0,2 p.p. no custo da dívida bruta.

Redução do nível de alavancagem: relação dívida líquida¹ / EBITDA de 0,3x e melhora de R$ 357 milhões na dívida líquida¹.

(1) Inclui R$ 241 milhões de recebíveis de cartão de crédito não descontados no 4T16 e R$ 136 milhões no 4T15.

Clique no link abaixo para acessar:

Release de Resultados 4T16

TELECONFERÊNCIA E WEBCAST
24 de fevereiro de 2017
10h (horário de Brasília) | 8h (NY) | 13h (Londres)
Conferência em português (idioma original)
+55 (11) 3193-1001 ou 2820-4001
Webcast: clique aqui.

Conferência em inglês (tradução simultânea)
+1 786 924-6977
Webcast: clique aqui.

Replay: +55 3193-1012 ou 2820-4012
Código para áudio em português: 7886089#
Código para áudio em inglês: 8482586#
O áudio da teleconferência estará também disponível no http://www.gpari.com.br/.

Os participantes devem conectar-se aproximadamente 5 minutos antes do início da teleconferência.


Fale com o RI

Email:
gpa.ri@gpabr.com
Tel.: +55 11 3886-0421
Copyright © 2010 Companhia Brasileira de Distribuição